Polícia do Peru confirma roubo de equipamentos em estádio da final da Libertadores

As autoridades informaram que o ato criminoso ocorreu na noite da última quarta-feira

A Polícia do Peru confirmou nesta sexta-feira que mais de uma centena de equipamentos foram roubados do interior do Estádio Monumental de Lima e seriam usados durante a final da Copa Libertadores entre Flamengo e River Plate, que começará às 17 horas (de Brasília) deste sábado.

O chefe policial de Lima, coronel Herbert Ramos, disse à rádio local RPP que foram furtados 119 rádios portáteis, 90 cabos, 65 baterias, três carregadores múltiplos e 35 hands free (utensílio tecnológico fixado à cabeça por uma haste e com o qual uma pessoa consegue se comunicar por meio de um microfone sem precisar carregá-lo nas mãos). As autoridades informaram que o ato criminoso ocorreu na noite da última quarta-feira.

Herbert Ramos também revelou que os objetos levados pelos ladrões estavam sob supervisão e vigilância de duas empresas proprietárias dos equipamentos contratados pela Conmebol e pelos administradores do Monumental de Lima.

A informação sobre o roubo no estádio surgiu na noite de quinta-feira, quando uma delegacia da capital peruana recebeu a denúncia do ocorrido por parte de uma das empresas proprietárias dos equipamentos de comunicação que foram subtraídos.

O furto confirmado pelas autoridades é mais um capítulo polêmico ocorrido às vésperas da decisão desta Libertadores, pois o Monumental de Lima só vai abrigar o confronto que valerá o título continental porque a Conmebol decidiu tirar o duelo do Estádio Nacional de Santiago, no Chile, por causa da intensa onda de protestos no país contra o governo local e o clima político tenso vivido atualmente em solo chileno.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*