Policiais baianos receberão R$ 40 milhões por redução de mortes no primeiro semestre

No total serão 25,3 mil servidores contemplados, entre eles 19.590 militares, 4.355 civis, 841 técnicos e 563 que atuam em superintendências da SSP.

Cerca de 40 milhões de reais serão pagos para policiais militares, civis e técnicos que conseguiram reduzir, em pelo menos 6%, os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), na Bahia, no primeiro semestre de 2019, numa comparação com o mesmo período do ano passado. A iniciativa do Governo do Estado faz parte do Prêmio por Desempenho Policial (PDP), ação desenvolvida pela Secretaria da Segurança Pública e que busca incentivar e reconhecer os esforços no combate à criminalidade.

No total serão 25,3 mil servidores contemplados, entre eles 19.590 militares, 4.355 civis, 841 técnicos e 563 que atuam em superintendências da SSP. Criado em 2013, o PDP já pagou 172 milhões de reais a 132,5 mil servidores.

“Buscamos sempre valorizar o nosso servidor com novos equipamentos, ampliação das equipes através de concursos, modernização do trabalho com incremento de novas tecnologias, entre outras medidas. O PDP é mais uma ferramenta que reconhece o esforço de todos”, comentou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

3 Comentário

  1. QUANDO MATA VAGABUMDO A SOCIEDADE APLAUDE! O Problema é quando mata Preto, pobre e favelado só pelo fato da guarnição não ir com à cara da Pessoa abordada.Tá achando isso um exagero? É porque você nunca foi xingado, agredido numa abordagem. Situação que é diferenciada entre os moradores dos bairros periféricos e os bairros da área nobre.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*