Políticos estão envolvidos em incêndio que destruiu documentos na Seinfra, diz secretário

Secretário de Habitação Junior Borges, em entrevista ao programa Bahia no Ar

O secretário de Habitação de Camaçari, Junior Borges, contou ao programa Bahia no Ar, que existe um inquérito na Polícia Federal que está investigando os crimes que foram cometidos quando incendiaram o prédio da Seinfra – Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) de Camaçari, que danificou e queimou vários documentos do órgão. Segundo o secretário, pessoas do meio político estão envolvidas no incêndio e nas irregularidades no programa Minha casa, Minha Vida.

“Tem pessoas do meio político envolvidas nisso, é que a gente não pode dizer aqui os nomes, mas tem políticos que estão envolvidos nestas coisas todas. Eu não quero aqui citar nome de partido nenhum, quem vai dizer isso é a apuração e depois de concluído o inquérito policial, será apresentada uma denuncia-crime e ai as coisas vão acontecendo”, disse Borges.

Ainda segundo Borges, “a secretaria tem dado todos os esclarecimentos que a PF tem requerido dela, junto com a procuradoria municipal e a controladoria nós temos informado tudo que for necessário”, disse ressaltando que todos que foram funcionários, no tempo, que passaram 12 anos no cargo e que permaneceram até 2017, estão sendo convidados a prestar esclarecimentos, junto a Polícia Federal.

“Para aqueles que cometeram crimes e que acham que vão continuar cometendo, tome cuidado! a Polícia Federal está investigando você nesse momento”, disse, sem citar nomes.

Relembre

Uma funcionária da prefeitura de Camaçari e outras quatro pessoas ligadas a uma quadrilha que vendia supostas inscrições para compra de imóveis pelo Minha Casa, Minha Vida foram presos em novembro de 2017. Os suspeitos foram detidos em ação conjunta da 18ª Delegacia com o 12º Batalhão da Polícia Militar.

O grupo foi encontrado através de denúncias anonimas. Desde então, a sede da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) de Camaçari sofreu três incêndios criminosos.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*