Por nascer menina, bebê de 5 meses é espancado pelo pai até a morte

A criança chegou a ser socorrida, mas já chegou no hospital sem os sinais vitais.

Divulgação

Um homem de 23 anos foi preso na última sexta-feira (17) após espancar até a morte a filha de cinco meses de idade. O crime aconteceu na cidade de São Lourenço da Mata, em Pernambuco. As informações são do G1.

O Conselho Tutelar da Cidade que a mãe da criança contou que o marido, Augusto Silva da Cruz, de 23 anos, matou a filha, Debora Maria Sales da Silva por não aceitar o sexo do bebê. A criança chegou a ser socorrida, mas já chegou no hospital sem os sinais vitais. 

“Agora não se pode nem nascer mulher. Por causa desse discurso de ódio, as pessoas acham que podem resolver tudo batendo, espancando e matando. É chocante”, disse Ana Lúcia Soares, integrante do Conselho Tutelar que acompanhou o caso.  Ana Lúcia também explicou ao G1 que segundo a mãe, a bebê já tinha sido agredida pelo pai outras vezes. “A mãe também era vítima de violência doméstica. Ela teve outros filhos de relacionamento anteriores, que moram na casa de parentes”, contou. 

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*