“Preciso de um treinador que tenha certeza do tamanho do Bahia”, afirmou Bellintani sobre futuro técnico

O Tricolor demitiu Enderson Moreira após eliminação na Copa do Nordeste

Na noite de domingo (31), a direção do Bahia anunciou a demissão do treinador Enderson Moreira, após, no sábado (30), o Esquadrão ser eliminado da Copa do Nordeste pelo Sampaio Corrêa. O novo comandante ainda não foi contratado, o Esquadrão segue no mercado.

Em entrevista a Rádio Metrópole FM, o presidente Guilherme Bellintani afirmou que o primeiro requisito, do futuro treinador do Esquadrão seja uma pessoa de “firmeza”.

“A gente tem uma realidade no Brasil, ainda, de treinadores que são muito desejados pela torcida, mas as vezes veem o Nordeste como posição de menor importância para ele. Eu não quero trazer um treinador que ache que o Bahia não está à altura dele. Preciso de um treinador que tenha firmeza e certeza do tamanho do Bahia, do gigantismo que é treinar um clube como o nosso”, declarou.

O mandatário ainda justificou a manutenção de Enderson Moreira apesar das críticas da torcida: “A gente tinha um grupo fechado, que entendia o propósito de estar ali, como a gente entende até hoje e esse grupo está fechado até hoje, com esse propósito, com um treinador sério e que tinha apenas 65 dias de temporada. Eu vou demitir um treinador com 65 dias? Aí eu mostraria total falta de planejamento”.

Ainda segundo Bellintani, para o decorrer da temporada, dois ou três jogadores devem ser contratados para disputar o Campeonato Brasileiro.

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*