Preço do gás de cozinha vai reduzir pela metade, diz ministro da Economia

"Vamos quebrar esses monopólios e vamos baixar o preço do gás e do petróleo com a competição", afirmou Guedes.

Divulgação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse durante a 22ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, em Brasília, nesta terça-feira (9), que o governo pretende reduzir pela metade o preço do gás de cozinha no país em dois anos.

De acordo com o ministro, para conseguir essa redução, é preciso quebrar o monopólio do refino e da distribuição. “Daqui a dois anos, o botijão de gás vai chegar na metade do preço na casa do trabalhador brasileiro. Vamos quebrar esses monopólios e vamos baixar o preço do gás e do petróleo com a competição”.

Guedes disse que o monopólio da Petrobrás no refino do gás torna o preço do produto mais caro no Brasil. O ministro afirmou ainda que a solução para a falta de recursos vem do petróleo, especificamente da exploração da camada do pré-sal.

71 Comentário

  1. Num país onde 40% da gasolina e do óleo diesel que consumimos vem de refinarias do exterior ( ou seja existe a necessidade de se dobrar a quantidade de refinarias no Brasil ) as empresas de petróleo ao invés de buscar construir refinarias no Brasil, querem comprar as da Petrobras alegando que a concorrência vai aumentar…… Quem quiser que acredite que a shell esta querendo vir vender gasolina barata no Brasil…..

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*