Prefeito fala sobre o pagamento da rescisão dos vigilantes da MJR

"A MJR é uma empresa que está com várias questões na justiça", disse Elinaldo

Na manhã desta terça-feira (10), durante entrevista no programa Bahia no Ar, o prefeito de Camaçari, Antonio Elinaldo foi questionado pelos ouvintes sobre o pagamento da rescisão dos vigilantes da MJR SERVIÇOS DE SEGURANÇA.

Segundo Elinaldo, esse assunto tem sido acompanhando desde o início. “Esse é um problema desde agosto, chamei a Caixa Econômica para resolver. Estamos atentos para que os trabalhadores não tenham perdas. A MJR é uma empresa que está com várias questões na justiça, e nós pagamos os salários atrasados de novembro e dezembro.

“A empresa está com a conta negativa e o pagamento da rescisão agora depende da justiça. Fizemos um acordo, pagamos via cheque, o que está faltando é o tempo trabalhado de cada funcionário e a rescisão, mas, essa questão não depende da prefeitura” explicou.

De acordo com o prefeito, a rescisão é realizada por parte da empresa que vai calcular o valor dos tempos trabalhados de cada vigilante e da justiça para estipular um prazo para que esse pagamento seja realizado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*