Prefeitura de Lauro de Freitas é multada por excesso de servidores comissionados e temporários

Prefeitura de Lauro de Freitas é multada por excesso de servidores comissionados e temporários

moema-gramacho
Prefeitura de Lauro de Freitas é multada por excesso de servidores comissionados e temporários

O TCM –  Tribunal de Contas dos Municípios multou em R$1 mil a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, em razão do excesso de servidores comissionados e temporários no quadro da prefeitura, ou seja, funcionários não concursados. Segundo o órgão, no mês de outubro de 2017, a prefeitura tinha 4.882 servidores comissionados e temporários e apenas 2.267 efetivos, num universo de 7.149 servidores municipais.

A gestora justificou fazendo um comparativo dos valores pagos aos servidores efetivos, temporários e comissionados no período em questão – R$4.362,34, R$3.317,18 e R$1.902,27, respectivamente – e afirmou que “tais dados só demonstram que foi acertada a decisão de não realizar, pelo menos por hora, novos concursos públicos”.

O relator do processo, o conselheiro Paolo Marconi, afirmou que contratar servidores comissionados e temporários “pelo simples fato de ser mais barato não pode ser considerada uma decisão correta, já que essa suposta relação custo-benefício viola o artigo 37 da Constituição da República e a regra do concurso público”, disse.

Segundo o TCM ainda cabe recurso da decisão.

6 Comentário

  1. Tantos servidores e não há ninguém para cobrar as multas por abusos de som noturno em área residencial. Mesmo solicitando providências NADA FAZEM.

  2. Isso são os favores as amizades dela, colegas amigos do bar kkkk.
    Ela ta contratando todo mundo.
    Agora o aumento de salarios para os professores e etc ai não tem dinheiro.

  3. Mesmo com mais de 7000 servidores,Nada esta sendo feito para a poluçao sanora. Apesar de todas as queixas a prefetura nao reage.
    Cadè o minimo de sossego, de bem estar que por lei ela precisa cuidar?
    Patrulha sonora = funcionarios fantasmas.(vergonha)

    Precisamos de pessoas competentes.cidade abandonada se tornando favela.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*