Prêmio Por Desempenho no valor de R$ 40 milhões é entregue a policiais baianos

O prêmio reconhece o esforço dos efetivos, no primeiro semestre de 2019, comparando com o mesmo período do ano passado.

Foto: Divulgação

Cerca de R$ 40 milhões foram pagos, nesta quinta-feira (14), aos policiais militares, civis e técnicos que alcançaram redução de 6% no número dos Crimes Violentos Letais Intencionais- CVLI (casos de homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte), na Bahia. O Prêmio Por Desempenho Policial (PDP) reconhece o esforço dos efetivos, no primeiro semestre de 2019, comparando com o mesmo período do ano passado.

Pela PM, cerca de 19,6 mil homens e mulheres foram contemplados, com valores mínimos entre R$ 619 e 2,4 mil reais. Já os efetivos das polícias Civil e Técnica, que também alcançaram a meta, receberam premiações variando entre 371 reais e R$ 2,4 mil. No total, 25,3 mil policiais no estado receberam o PDP. Desde a implantação, em 2013, aproximadamente R$ 172 milhões foram pagos, para cerca de 132,5 mil integrantes da PM, PC e DPT.

A queda de 16% na quantidade de CVLIs foi alcançada em função 67,3% das Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs) e 90% das Regiões Integradas de Segurança Pública (RISPs) do Estado terem conseguido cumprir integralmente suas metas de redução. O cálculo do montante pago a cada servidor é baseado diretamente no desempenho das Áreas e Regiões Integradas, que são as unidades territoriais adotadas pela SSP para o planejamento integrado de suas ações.

No primeiro semestre deste ano, o destaque vai para AISP do Nordeste de Amaralina, que conseguiu diminuir em 75% o número de Crimes Violentos Letais Intencionais, em comparação com mesmo período do ano passado. No interior do Estado, o melhor resultado foi na AISP de Eunápolis, como uma queda de 43% no número de CVLI.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*