Programe-se! Ciclo de Festas Populares marca o verão da Costa de Camaçari

Veja a programação

Para ajudar você a se programar, a Prefeitura de Camaçari divulga o calendário dos festejos para o verão de 2019.

Confira o calendário:

TERNO DE REIS

As festividades em Camaçari começam em 6 de janeiro, na localidade de Barra do Pojuca, com o Terno de Reis – considerada uma das mais tradicionais manifestações de origem católica, o evento celebra a visita dos três Reis Magos ao menino Jesus. O Reisado ou Folia dos Reis, como também é conhecida, é uma festa marcante no município que exalta a cultura popular através de seus mestres e brincantes e reúne gerações e diversos grupos artísticos para apresentações culturais. A animação é mantida por grupos, como cheganças e sambas locais.

BARRA DO POJUCA

As manifestações de fé e religiosidade são abertas com o tradicional cortejo das baianas, no dia 11 de janeiro. Realizada há mais de 100 anos, a procissão tem percurso de aproximadamente dois quilômetros e atrai centenas de pessoas à igreja católica que leva o nome do santo, também conhecida como Igreja Matriz. As comemorações seguem até o dia 14 de janeiro, com atrações diversas, a exemplo de missa, procissão marítima, seresta, shows musicais, apresentações culturais, entre outros.

VILA DE ABRANTES

Nos dias 12 e 13 de janeiro, acontece a segunda lavagem. Nesses dias, é o momento dos devotos manifestar a fé e renovar as esperanças no padroeiro da localidade, São Sebastião. Precedidas por um tríduo, as celebrações são realizadas na Igreja do Divino Espírito Santo, localizada na Praça da Matriz. Com um trajeto de dois quilômetros, a procissão religiosa segue por diversas ruas da localidade.

MONTE GORDO

Com procissão marcada para sair das imediações da praça central de Guarajuba e seguir até à Igreja de São Francisco de Assis – padroeiro da localidade – acontece em Monte Gordo, outro distrito do município, a terceira lavagem da Costa de Camaçari. De 18 a 21 de janeiro, os fiéis manifestam toda religiosidade ao santo. Com percurso de aproximadamente três quilômetros, o cortejo é acompanhado por grupos culturais, com destino à Praça do Mercado Municipal do local. Missa em louvor ao protetor, procissão terrestre, além de festa com atrações diversas também marcam os festejos.

JAUÁ

Encerrando o ciclo de lavagens da Costa de Camaçari no mês de janeiro, a localidade de Jauá homenageia o protetor dos pescadores, Bom Jesus dos Navegantes, de 25 a 28 de janeiro. Os festejos serão abertos com o tradicional cortejo das baianas, com percurso de aproximadamente três quilômetros. Nos dias seguintes, as comemorações seguem, com atrações diversas, a exemplo de missa, procissão, seresta, shows musicais, apresentações culturais, entre outros.

PRESENTE DE YEMANJÁ

Como no dia 2 de fevereiro é dia de festa no mar para reverenciar Yemanjá – um dos orixás mais cultuados e conhecidos dos cultos de matriz africana – em Arembepe, acontece homenagens à “Rainha do Mar”. A prática do ritual ocorre há mais de 100 anos. As celebrações têm início às 4h, com alvorada de fogos e concentração. Em seguida, ocorre desfile de fanfarras que acompanha a procissão que leva os balaios com as oferendas e os pedidos dos devotos aos barcos na praia. A preparação e montagem dos cestos começam na noite do dia anterior. A procissão marítima, com as embarcações, avança cinco milhas em alto mar para entregar os balaios com os presentes a Janaína, como também é conhecida.

AREMBEPE

É em Arembepe – conhecida como “paraíso da contracultura”, onde há 50 anos entrou para o mundo da fama e tornou notória a Aldeia Hippie como lugar escolhido para refúgio de diversas celebridades da época – que se encerra o ciclo de festas populares do verão baiano. A tradicional lavagem, realizada há mais de 70 anos, que homenageia o padroeiro São Francisco de Assis, acontecerá de 29 a 31 de março, com encerramento no dia 1º de abril. O evento tem importância ímpar para o calendário de festejos de Camaçari, bem como, para devotos e moradores, sem falar no incremento para o turismo e à economia em nível local e estadual.

A tradicional procissão abre os festejos. Devoção e alegria marcaram o ato. Neste momento, milhares de pessoas, entre devotos, turistas, moradores e visitantes, participam dos festejos, que, como de costume, prossegue com as comemorações profanas.

Desfile de blocos, shows musicais de diversas bandas, locais e nacionais, apresentações culturais, dentre outros, fazem parte da programação da lavagem de Arembepe. Tudo isso aliado a um forte esquema, com estrutura de qualidade para atender a todos os públicos.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*