Quase 1,5 milhão de eleitores podem ter os títulos cancelados na Bahia

De acordo com o TRE-BA, todos os municípios listados deverão realizar a Eleição Municipal de 2020 com a identificação biométrica.

Foto: Divulgação

Os eleitores baianos devem ficar atentos para não terem seus títulos cancelados. Em fase de revisão biométrica obrigatória para 281 municípios, a Justiça Eleitoral na Bahia alerta para que cidadãos não deixem para última hora para regularizar a situação. Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esta última etapa envolve 4.464.673 eleitores. Desses, 3.063.326 (68%) atenderam a convocação.

Conforme o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), todos os municípios listados deverão realizar a Eleição Municipal de 2020 com a identificação biométrica. Das cidades incluídas na última fase, 39 precisam concluir o procedimento até o próximo dia 31 de outubro. O prazo para as 242 cidades restantes é 18 de fevereiro de 2020. Segundo o órgão, a meta é garantir que, até lá, 100% do eleitorado do estado esteja biometrizado.

O eleitor que deixar de atender a convocação da Justiça Eleitoral terá o título cancelado e está sujeito a uma série de implicações previstas no Código Eleitoral. Entre os prejuízos estão: impossibilidade de obtenção de empréstimos em instituições públicas, dificuldade para tirar ou renovar o passaporte, não tomar posse em concurso público, ser impedido de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, entre outros.

 

 

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*