Tudo começou nesta sexta-feira (22), com uma reunião de apresentação do Programa de Governo Participativo proposto pela deputada federal e pré-candidata a prefeitura de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT), à comunidade evangélica, no auditório do Mendel, ainda em Lauro.

O evento que reuniu lideranças evangélicas do município, e que representaria cerca de 37% do eleitorado municipal, teve a presença do vereador Júnior Neves (PEN), até então aliado do governo Márcio Paiva (PP), atual prefeito de Lauro de Freitas. Logo após esta reunião com Moema, Neves divulgou em grupos de redes sociais um comunicado informando do seu afastamento do governo pepista.

Mauro Cardim (PDT), anunciou neste sábado (23) durante outro evento do PGP de Moema, que não concorrerá mais a chapa principal em Lauro pra apoiar a petista. Segundo ele, “Abri mão da minha pré-candidatura para apoiar Moema, pois em todos os cantos da cidade por onde ando o povo clama por volta Moema”, afirma Cardim.

Atualmente com ela estão os partidos PSD, PMN, PTB, PTC, PDT, PSL, PEN, PRTB e PTdoB.

Os Vice

O vice-prefeito de Lauro de Freitas, Bebel Carvalho, também rompeu com o prefeito, mas garantiu que não vai se aliar a Moema. O anúncio do desligamento ocorreu na noite desta terça-feira (19). Carvalho alegou que o cenário político é de um acordão entre o PP e o PT, para favorecer a eleição de Moema, já que Márcio tem uma rejeição de mais de 80%  no município.

Para Carvalho, o João Leão e Rui Costa “estão de mãos dadas também em Lauro de Freitas”. “Sinto que meu amigo Márcio Paiva está desmotivado e não gostaria de participar, mas hoje ele é refém do processo. O seu partido o obriga a ter uma candidatura para que em 2018 o PP e PT tenham um grande palanque em Lauro de Freitas”, largou o doce. Bebel disponibilizou os cargos ocupados na gestão municipal de Paiva e afirmou que caminhará com o projeto de Chico Franco (DEM).

Já Moema está cercada de carinhos e mimos dos postulantes à vice-prefeitura. Alguns grupos indicam que a vereadora Mirela Macedo (PSD), será anunciada como candidata a vice-prefeita na convenção, que será realizada no próximo dia 30 de julho. Parte da comunidade evangélica espera o lançamento de Júnior Neves como pré-candidato a vice-prefeito, apesar de na última eleição (2012) ele só ter conseguido cerca de 575 votos. Outro evangélico na disputa é Edson Correia, presidente  do Diretório Municipal do PMN, em Lauro de Freitas.

 

 

0 0 voto
Article Rating