Reforma da Previdência deve ser aprovada entre 60 e 90 dias, diz Guedes

Para ministro, projeto deverá economizar cerca de R$ 1,1 trilhão em dez anos

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (23) esperar que a reforma da Previdência seja aprovada entre 60 e 90 dias no Congresso e que o clima não é tão pessimista em Brasília quanto o discurso do resto do país.

“Acho que 60 a 90 dias isso [reforma da Previdência] está passado e nós vamos entrar em uma agenda extraordinariamente positiva”, disse em evento da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, na capital paulista.

“O que eu sinto lá [no Congresso Nacional] é que está havendo enorme colaboração. [Sinto] o senso da classe política de que isso é uma missão importante, uma tarefa importante, e que eles vão estar à altura da responsabilidade que o momento exige. Essa é minha sensação”, acrescentou.

Guedes enfatizou que o Senado montou uma comissão paralela para analisar a reforma, que neste momento tramita na Câmara. Segundo ele, isso permitiria “uma surpresa favorável” para as novas regras para aposentadoria.

O ministro disse ainda acreditar que a reforma aprovada terá a potência fiscal necessária, ou seja, deve economizar o cerca de R$ 1,1 trilhão em dez anos apresentados na proposta apresentada pelo governo em fevereiro.

8 Comentário

  1. I a reforma política sai quando, diminuir a quantidade de políticos no Brasil, colocar salário mínimo com descontos ,carga horária de 8horas por dia para todos os políticos, férias de 30 dias, plano de saúde se pagar i aposentadoria igual a de trabalhadores comuns com mesma idade i tempo de contribuição, sai quando isso é urgente, o mais importante de tudo no Brasil.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*