Registros de fragmentos de óleo na Bahia aumenta novamente; seis cidades seguem com ocorrências da substância

Foto: Reprodução / G1 Bahia

De acordo com informações de um novo relatório do Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), divulgadas nesta sexta-feira (22), seis cidades baianas ainda estão com fragmentos de óleo no litoral.

Pirambu, Prado, Conde, Igrapiúna, Ilhéus e Porto Seguro são os municípios que seguem com registros de vestígios da substância em suas praias.

Ainda segundo o GAA, os estados do CE, RN, PB, PE e ES estão com as praias limpas.

Além da Bahia, seguem com vestígios de contaminação as seguintes localidades: Araioses e Tutóia, no Maranhão; Luís Correia, Parnaíba e Ilha Grande, no Piauí; Japaratinga, Barra de São Miguel, Piaçabuçu e Feliz Deserto, em Alagoas, e Aracaju, em Sergipe.

Na quarta-feira (20), o relatório do GAA apontou que Ilhéus, Maraú e Uruçuca eram as cidades baianas que ainda seguiam registrando aparições de óleo no litoral. Ou seja, de quarta para hoje, esse número duplicou.

O GAA é formado pela Marinha, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Sobre as manchas

Cerca de 695 localidades, desde o início da primeira ocorrência de óleo, foram contaminadas, em algum momento.

Segundo o GAA, há 12 dias não são encontradas manchas de óleo no mar e, nos últimos 30 dias 93% das ocorrências correspondem a pequenos fragmentos de óleo nas praias atingidas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*