Rodoviários de Salvador adiam greve

Foi adiada a greve  anunciada pelos rodoviários de Salvador, que inicialmente tinham decidido paralisar as atividades nesta quarta-feira (8). Para o diretor financeiro do Sindicato dos Rodoviários, Ubirajara Sales, o motivo foi a convocação, em caráter de emergência, de uma reunião com os empresários, na sede do Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (Setps), em Brotas, que acontece ainda na quarta-feira, às 9h.

A greve seria realizada pelo descumprimento do acordo coletivo por parte das empresas. “Temos reunião amanhã para tentar evitar a paralisação. Mas infelizmente muita coisa não vem sendo cumprida, como fardamento, hora extra e multas abusivas”, disse para reportagem.

De acordo com a Prefeitura de Salvador, o consórcio Plataforma, que atua na região do Subúrbio, é formado pelas empresas Praia Grande, Axé, Boa Viagem e Joevanza. Para explorar a região do Subúrbio, o consórcio Plataforma ofereceu o valor de outorga de R$35.480 milhões.

A assessoria da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) informou que está intermediando as negociações em reunião que acontece na manhã desta terça-feira (7). A secretaria afirmou ainda que o objetivo é evitar a greve.