Rui descarta possibilidade de greve da PM e critica atitude de Prisco: “a Bahia não merece”

Durante o pronunciamento nas redes sociais, Rui destacou que “políticos estão tentando fazer movimento”.

Foto: Divulgação

Na noite desta terça-feira (8), o governador Rui Costa (PT) utilizou o programa #PapoCorreria para falar sobre o anúncio de uma possível greve da Polícia Militar da Bahia. Durante o pronunciamento nas redes sociais, Rui destacou que “políticos estão tentando fazer movimento”.

O governador aproveitou o canal de comunicação para criticar a ação do deputado e representante da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares (Aspra), Soldado Prisco (PSC), após assembleia realizada na tarde de ontem, em Salvador, onde foi decretada a greve da categoria.

“Quero iniciar tranquilizando a você, a sua família, baianos e baianas. A Polícia Militar, pais e mães de família, que honram essa instituição e que completará, daqui a alguns anos, 200 anos de existência, dão demonstração, mais uma vez, de responsabilidade, de seriedade e de compromisso com os baianos e baianas, e não aceitam a liderança de um deputado que quer fazer um movimento político-partidário com viés eleitoral”, afirmou o governador.

Em outro trecho, Rui destaca o papel da Polícia Militar. “A PM da Bahia demonstra seriedade e responsabilidade e não aceita a liderança de alguém, muito menos de um deputado, que quer fazer um movimento com viés político partidário, que em 2014 foi pego em áudios mandando tocar fogo em ônibus com criança”, ressaltou o governador.

 

Tem alguma dúvida? Mande agora porque o #PapoCorreria está no ar!

Posted by Rui Costa on Tuesday, 8 October 2019

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*