Salvador: Secretaria Municipal da Saúde registra caso suspeito de intoxicação por óleo nas praias da capital

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (12), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) confirmou o registro de um caso suspeito de intoxicação exógena, que está relacionado com o contato com o óleo que contamina praias de Salvador.

Segundo informações da pasta, a paciente foi identificada como Tailane Santos, de 28 anos. Ela apresentou vários sintomas após relatar o contato com a substância, entre eles: tontura, dor de cabeça, vômitos, mal-estar e vermelhidão em algumas partes do corpo.

Tailane deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itapuã, na última quarta-feira (6).

Em nota, a SMS disse que a paciente “foi medicada e mantida em observação, recebendo alta no mesmo dia após apresentar melhora no quadro clínico”.

O comunicado diz também que “o caso é acompanhado pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), da SMS, e diante do exposto, a pasta reforça a importância dos cuidados referentes ao contato com o óleo cru. Após qualquer reação, o recomendável é procurar uma unidade de saúde”.

Informações advindas do jornal Correio afirmam que Tailane Santos é professora e só foi apresentar uma melhora do quadro clínico ontem (11).

O jornal aponta ainda que a jovem precisou ir duas vezes à UPA, na quarta-feira (6) e na sexta-feira (8). Durante a primeira visita, a médica que atendeu Tailane não conseguiu diagnosticá-la e passou uma medicação, além de um exame de sangue.

Já no segundo atendimento, feito por outro médico, Tailane recebeu o diagnóstico de virose, que é questionado pela paciente, pois ela entende que isso não justificaria a coceira e a vermelhidão que apareceram exatamente nos locais do corpo onde ela teve contato com a substância.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*