Na tarde desta quinta-feira, 30, durante entrevista no programa Bahia No Ar, apresentado pelo radialista Roque Santos, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) opinou sobre a situação da sigla em Camaçari, em relação a eleição de outubro, onde o nome de Ivoneide Caetano foi estabelecido como pré-candidata contra a vontade do ex-deputado Bira Coroa, que defende a realização de prévias.

Na ocasião, o deputado que é o líder do governo Rui Costa (PT) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), afirmou que é preciso que o partido supere essa questão de prévias, pois segundo ele, o método é ultrapassado e não reflete a vontade popular. Rosemberg lembrou  que na época da eleição de 2012, foi um dos defensores do nome de Bira ao invés do de Ademar Delgado.

“Isso serviu em um momento e hoje não serve mais, sou contra prévia em todos os locais e não só em Camaçari. Nós temos que estar modernizados acompanhando o movimento da sociedade”, disse.

O petista citou o exemplo do que foi feito em São Francisco do Conde, onde foi feita uma pesquisa para definir os passos do partido mirando a eleição.

” O que eu defendo para Camaçari é a mesma situação. Nós temos que fazer uma avaliação cientifica. Temos que verificar como os eleitores de Camaçari estão pensando para que o PT possa se posicionar ou então não é para ganhar a eleição. Se não for para ganhar a eleição, se for só para marcar posição, qualquer coisa serve”, falou.

O deputado reforçou que a pesquisa é o caminho mais correto para avaliar quem está melhor na opinião popular.

 

0 0 voto
Article Rating