Sem crédito suplementar, pagamento de BPC será suspenso, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (8) que, sem a aprovação pelo Congresso Nacional do projeto de crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões (PLN 4/19), o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), destinado a idosos de baixa renda e pessoas com deficiência, terá que ser suspenso dia 25 deste mês.

“Sem aprovação do PLN 4 pelo Congresso, teremos que suspender o pagamento de benefícios a idosos e pessoas com deficiência já no próximo dia 25. Nos meses seguintes faltarão recursos para aposentadorias, Bolsa Família, Pronaf [Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar], Plano Safra…”, escreveu na sua conta no Twitter.

Bolsonaro acrescentou que acredita “na costumeira responsabilidade e patriotismo dos deputados e senadores na aprovação urgente da matéria”.

1 Comentário

  1. Por que ao invés de cortar os pagamentos dos BPCs não corta os benefícios dos deputados,senadores,ministro e juízes que nada fazem para o desenvolvimento do país,só querem arrebentar ainda mais com os menos favorecidos?

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*