Dois jovens de Simões Filho registram queixa após serem alvos de fake news

Delegacia de Simões Filho

O líder estudantil, de prenome Daniel, do Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon, em Simões Filho, foi surpreendido com uma postagem nas redes sociais em que ele e seu irmão, que não teve o nome divulgado, são acusados de roubarem um celular no município. O estudante entrou em contato com o Bahia no Ar para esclarecer que ele e o irmão estão sendo vitimas de uma fake news, ou seja, notícia falsa, e quem nem ele nem o irmão são autores dos crimes, assim como não consta nenhuma queixa contra ambos.

Segundo Daniel, na tarde da ultima terça-feira(30), quando retornava do trabalho, foi informado que uma foto dele e de seu irmão, estava circulando nas redes sociais, afirmando que eles tinham realizado um assalto, e levado o celular da suposta vítima. “O rapaz que está nos acusando pegou uma foto nossa em uma pizzaria, que estava nas redes sociais, e começou a divulgar”. Ele ainda disse que em um áudio o autor da acusação sugeria que caso alguém os encontrassem na rua, deveria bater neles e que uma queixa já tinha sido registrada.

O estudante contou que ele e o irmão foram a 22ª Delegacia de Simões Filho, fizeram um Boletim de Ocorrência e verificaram que não haviam nenhum queixa envolvendo o nome deles, porém os policiais já estavam sabendo que a foto estava circulando nas redes. Daniel informou que vai a delegacia de Crimes Cibernéticos em Salvador para solicitar que seja investigada a autoria da acusação.

“As pessoas que nãos nos conhecem estão olhando para gente como se a gente tivesse feito isso, mas não fizemos. Quem nos conhece sabe que eu e meu irmão trabalhamos em dois lugares aqui do município e não temos necessidade de roubar. Trabalhamos e estudamos para sermos alguém na vida”, afirmou o jovem.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*