Temer pede união de políticos para tratar da entrada de venezuelanos em Roraima

"Não tenho nenhuma preocupação politiqueira", declarou o presidente

O presidente Michel Temer afirmou nesta segunda-feira, 12, em Boa Vista (RR) – para onde foi tratar da questão dos imigrantes venezuelanos – que oposição não deve existir para derrubar governos e sim para “acertar o rumo”.

“É importante a oposição, porque ela ajuda a governar. Oposição não existe para derrubar o governo”, declarou, acrescentando que o conceito de oposição que se tem na política é diferente do geralmente aplicado em um contexto jurídico.

Temer incentivou a união de políticos da oposição em Roraima para encontrar soluções para o problema dos venezuelanos. E usou a declaração para dizer que sua ida ao Estado não teve motivações políticas. “Tenho mostrado ao longo desse um ano e seis meses que não tenho nenhuma preocupação politiqueira”, declarou, ressaltando que, se tivesse, não teria tomado “medidas radicais”, como o teto dos gastos públicos e as reformas realizadas e por vir.

Em seu discurso, de acordo com o Estadão, Temer fez ainda questão de ressaltar que os milhares de venezuelanos que estão entrando no Brasil e recebendo carteiras de identidade provisórias não terão direito de votar nas eleições de outubro. Só terão, disse, caso se naturalizem como brasileiros.

Leia também: