‘Temos que ter cautela’, diz Bolsonaro em novo pronunciamento em rede nacional

Esta foi a quarta vez que o presidente faz pronunciamento desde o surgimento dos primeiros casos de coronavírus no Brasil.

Foto: Divulgação

Mais um pronunciamento em rede nacional de Rádio e TV foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro. Na noite desta terça-feira (31), o assunto, mais uma vez, foi a pandemia do novo coronavírus, com destaque a preservação de empregos. “Minha preocupação sempre foi salvar vidas, tanto as que perderemos pela pandemia, quanto aquelas que serão atingidas pelo desemprego, violência e fome”, disse o presidente.

Ainda no pronunciamento, Bolsonaro citou a fala do diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom. “Muitas pessoas, de fato, têm que trabalhar todos os dias para ganhar seu pão diário e os governos têm que levar esta população em conta”. Ele ainda reforça: “o que será do camelô, do ambulante, do vendedor de churrasquinho, da diarista, do ajudante de pedreiro, do caminhoneiro e outros autônomos com quem venho mantendo contato durante toda a minha vida pública?”

O presidente ainda falou sobre o pedido feito junto ao Ministério da Saúde para que fosse feito o apoio, através do SUS, a todos os estados, aumentando a capacidade da rede de saúde e a preparação para o combate à pandemia. Ele ainda falou sobre a determinação feita junto ao Ministério da Economia para a adoção de medidas “para proteger o emprego e a renda dos brasileiros”. “Por um lado, temos que ter cautela e precaução com todos, principalmente junto aos mais idosos e portadores de doenças preexistentes. Por outro, temos que combater o desemprego. O vírus é uma realidade, ainda não existe vacina contra ele”.

Bolsonaro aproveitou para agradecer aos profissionais de saúde, da segurança, caminhoneiros, os trabalhadores considerados essenciais e os trabalhadores do campo. “Reafirmo a importância da colaboração e a necessária união de todos num grande pacto pela preservação da vida e dos empregos”, disse.

Desde que os primeiros casos de coronavírus começaram a surgir no Brasil, esta foi a quarta vez que o presidente faz pronunciamento em rede nacional.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*