Tentando voltar aos trilhos, Bahia encara o Palmeiras na Fonte Nova

O Esquadrão não vence o alviverde desde 2012

Sem vencer há seis partidas no Brasileirão, o Bahia tenta quebrar jejum. O Esquadrão de Aço procura quebrar essa sequência negativa contra o Palmeiras, neste domingo (17), ás 16h, na Arena Fonte Nova, pela 33ª rodada. No entanto, o Tricolor terá um adversário historicamente indigesto pela frente. O Bahia tenta quebrar um tabu que já dura sete anos.

A última vez que o triunfo foi baiano aconteceu em 2012, na Arena Barueri, em São Paulo. O Tricolor venceu por 2 a 0, com dois gols do atacante Souza. Jogando em seus domínios, o jejum do Esquadrão é ainda maior. Já são 31 anos sem saber o que é vencer o Verdão em Salvador. O último resultado positivo foi em 1988, quando conquistou o bicampeonato brasileiro. De falta, o zagueiro Pereira marcou o único gol da partida na Fonte Nova.

O Bahia terá alguns desfalques importantes para o embate. Juninho, Guerra e Artur, que pertencem ao Palmeiras, não poderão atuar. Outra ausência será o meia Marco Antônio, que sente dores no pé. O técnico Roger falou sobre o jovem jogador.

Já o Palmeiras chega empolgado após o tropeço do Flamengo diante do Vasco, na última quarta-feira (13). Além do retrospecto ao seu favor, o Verdão quase não terá desfalques para a partida. Apenas o zagueiro Gómez, convocado pela seleção do Paraguai, não irá enfrentar o Esquadrão. E Felipe Melo, que sentiu dores musculares e não viajou com a delegação para Salvador. A tendência é de que Ramires ocupe a vaga no meio de campo.

Entretanto, o clube paulista ainda pode ganhar mais um desfalque de peso para a partida. O atacante Luiz Adriano não participou dos treinos durante a semana, pois ainda sente dores na coxa direita.

 

FICHA TÉCNICA
Bahia x Palmeiras
Campeonato Brasileiro – 33ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 17/11/2019 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone e Michael Correia (ambos do Rio de Janeiro)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga, com auxílio de João Batista de Arruda e Daniel do Espirito Santo Parro (todos do Rio de Janeiro

 

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Ernando e Moisés; Gregore, Flávio e João Pedro; Élber, Rogério e Gilberto. Técnico: Roger Machado.

 

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Bruno Henrique, Ramires e Gustavo Scarpa; Dudu, Zé Rafael e Deyverson (Luiz Adriano). Técnico: Mano Menezes.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*