Terreiro de candomblé é alvo de intolerância em Alagoinhas

O grupo evangélico usou frases como "satanás irá cair" em frente ao terreiro.

Foto: Reprodução

Um grupo de evangélicos está sendo acusado de praticar intolerância religiosa em frente ao terreiro de candomblé Ilê Asé Oyá Ladê Inan, em Alagoinhas. O fato ocorreu na noite desta segunda-feira (27) e a acusação foi feita pelos membros do terreiro. Segundo eles, cerca de 30 integrantes da igreja evangélica Ferro Aço, Santa Terezinha, realizaram um “culto” em frente ao Ilê e usaram frases como “satanás irá cair”.

Na legenda de uma publicação no Instagram em que a denúncia foi feita, o orientador candomblecista, Ed Silva, afirma que “várias palavras foram direcionadas diretamente ao Candomblé”. “Estamos nesse momento em um processo de investigação e encaminhando-nos a Delegacia da Policia Civil. Amanhã percorreremos a Promotoria de Justiça, à Secretaria de Meio Ambiente, à Secretaria de Serviços Públicos, à Secretaria de Assistência Social através da Diretoria da Promoção da Igualdade e todos os órgãos competentes a fim de que todas as medidas judiciais sejam aplicadas”, escreveu Ed Silva na publicação. Veja o vídeo:

11 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*