Trabalhadores protestam contra venda da Refinaria Landulpho Alves

A refinaria é uma das 13 unidades da estatal que serão vendidas, conforme anúncio feito na última sexta (26).

Divulgação/ Sindipetro

Representantes do Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro) fazem um protesto, na manhã de hoje (30), em frente à Refinaria Landulpho Alves, em São Francisco do Conde, contra a venda da unidade pela Petrobras. Com a manifestação, as atividades foram suspensas. 

A refinaria é uma das 13 unidades da estatal que serão vendidas, conforme anúncio feito na última sexta (26). Segundo informações do portal Metro1, o diretor do Sindipetro, Radiovaldo Costa, estima que a RLAM tem atualmente cerca de 3 mil empregos diretos. “O anúncio da venda gera muita incerteza do que vai acontecer”, lamentou. 

A categoria pretende ficar no local até por volta das 10h e se reunir em uma assembleia. De acordo com o Sindipetro, a depender do resultado da assembleia, as atividades podem ser suspensas durante o todo dia.

Ainda segundo o sindicato, o protesto afeta o tráfego da região da BA-523, em São Francisco do Conde.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*