Uso de tecnologia para segurança será ampliado durante o Carnaval

Na apresentação, Maurício Barbosa detalhou parte dos investimentos de R$ 45 milhões para o período de Carnaval.

Foto: Manu Dias/GOVBA

A três dias da abertura oficial do Carnaval, o planejamento da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) para a folia foi apresentado nesta segunda-feira (17), no auditório do Hotel Fiesta, no Itaigara, em Salvador. As novidades deste ano são patrulhas integradas, com policiais do Bope e da Ronda Maria da Penha, para prevenir a violência contra a mulher, e o aumento do emprego de tecnologia.

Na apresentação, Maurício Barbosa detalhou parte dos investimentos de R$ 45 milhões para o período de Carnaval. Em Salvador, nos três circuitos, a SSP terá 70 postos distribuídos. Serão 300 câmeras espalhadas pelos circuitos, entre elas 84 de reconhecimento facial, posicionadas em pontos estratégicos, inclusive em todos os 42 portais de abordagem.

Outra novidade tecnológica, de acordo com o titular da SSP, é o aplicativo Face Check, instalado nos smartphones dos policiais, que permitirão, por meio da fotografia da face ou da impressão digital, conferir a identidade do folião.

Ainda de acordo com a SSP, serão 13 postos integrados da Polícia Civil, sete centrais de flagrante, três postos do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), quatro postos da Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), três postos do Departamento de Atendimento à Mulher (Deam), um posto na sede da Polícia Civil e um posto de atendimento às vítimas de racismo e outros delitos de intolerância.

O Corpo de Bombeiros vai atuar com 2,5 mil servidores, sendo 1,7 mil apenas em Salvador. De acordo com o coronel Francisco Telles, serão 32 unidades operacionais, sendo 8 de comando do grupamento marítimo e 20 postos elevados de observação espalhados pelo circuito de rua.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*