‘Vamos varrer a turma vermelha do país’, afirmou Bolsonaro durante inauguração de escola que leva seu nome

Foto: Reprodução / Google Imagens

“Nas próximas eleições, vamos varrer a turma vermelha do país”, afirmou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta quarta-feira (14), durante participação na inauguração da escola que leva seu nome em Parnaíba (PI).

“Nas próximas eleições, vamos varrer essa turma vermelha no Brasil. Já que a Venezuela está bom, vamos mandar para lá. Quem quiser ir mais para o Norte, vai para Cuba. Estou aqui por um Milagre de Deus, que me deu a vida em um segundo momento. Agora estou aqui pelas mãos de muitos de vocês e pela confiança desse mandato presidencial. Estamos mostrando que o Brasil vai dar certo, tem tudo para dar certo e vai dar certo”, disse o presidente.

No evento, Bolsonaro estava ao lado do prefeito Francisco de Moraes Souza, o Mão Santa (MDB), a quem fez muitos elogios. Mão Santa teve o mandato como governador cassado em 2001 por acusações de corrupção.  As informações são do UOL.

Durante parte do discurso, Bolsonaro também disse que os governadores que querem “separar o Nordeste do Brasil” estão “no caminho errado”, e assegurou “o caminho do Brasil é só um povo, uma só raça e uma só bandeira verde e amarela. O Mão Santa disse que vamos acabar com o cocô no Brasil, com essa raça de corrupto e comunista”, pontuou.

Por fim, o presidente também voltou a prometer a ampliação do porte de armas no país, indo contra o posicionamento do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que defendeu amenizar o projeto.

“O Brasil tem sua vocação, cultura, tradição judaico-cristã, é um povo que ama liberdade e o que esse povo de esquerda sempre quis foi roubar nossa liberdade. Por isso, eu defendo a posse de arma de fogo. O povo armado jamais será subjugado”, concluiu.

37 Comentário

  1. Esse maluco está no poder não por causa de um milagre de Deus,mas sim por causa de um monte de fake news,uma facada inventada um monte de debiloides que acreditaram que essa merda iria mudar o país,realmente ele está mudando,só que pra pior,principalmente acabando com os direitos dos trabalhadores,dos aposentados e dos pensionistas

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*