Vitória goleia o Feirense e terá vantagem nas semifinais

Foto: Divulgação.Marquinhos foi o autor d um golaço na segunda etapa.

O resultado é muito importante para o rubro-negro, que garante a vantagem de jogar por dois empates nas semifinais do Campeonato Baiano, contra o próprio Feirense.

Foram seis gols num primeiro tempo emocionante. O Vitória foi logo marcando duas vezes, aos 5 minutos, com Dinei, e aos 10, com Arthur Maia. O jogo estava aberto, e a resposta do Feirense veio pouco depois, aos 19, com um gol-contra de Rodrigo. Mas Uelliton, aos 22, impediu qualquer reação, marcando o terceiro para o rubro-negro.

Aí, foi a vez de Marquinhos brilhar. O camisa 11, voltando a viver um bom momento no Leão, marcou três vezes: aos 38 e aos 44, ele fechou o placar do primeiro tempo. E aos 22 minutos da segunda etapa, fechou a goleada em cima do Feirense. O jogo ainda teve três jogadores expulsos: Rodrigo, do rubro-negro, Éverton e Valdo, do Feirense – este último, por acertar um soco em Marquinhos.

A goleada dá ao Vitória a vantagem de jogar por dois empates nos jogos das semifinais, contra o próprio Feirense. A primeira partida será no domingo, 22, às 16h, no Estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim. A outra semifinal do Baianão será entre Vitória da Conquista e Bahia.

Antes disso, o Vitória tem um encontro importante pela Copa do Brasil. Na quarta-feira, 18, às 22h, o rubro-negro recebe o ABC, no Estádio do Barradão, pela partida de volta da 2ª fase. Como o primeiro jogo acabou empatado em 1 a 1, o Leão precisa apenas de um triunfo, por qualquer placar, para garantir a vaga nas oitavas de final. O 0 a0 também classifica o time baiano.

Primeiro tempo – O primeiro tempo no Barradão foi simplesmente espetacular. A chuva de gols começou quando o cronômetro marcava apenas 5 minutos, Geovanni cobrou escanteio na medida; a bola passou por dois zagueiros do Feirense, pelo goleiro Uoston e sobrou para Dinei cabecear de costas: 1 a 0 para o Leão.

O Feirense tentou responder aos 9 minutos, com Ermínio, que perdeu um gol claro, na pequena área, de cara para o goleiro Renan. Como diz o ditado, quem não faz, leva. No minuto seguinte, Dinei recebeu lançamento vindo direto da defesa e chutou em cima de Uoston; o goleiro até defendeu bem, mas deu o rebote para Arthur Maia, que não perdoou. 2 a 0 para o Leão, em apenas 10 minutos de jogo.

A partida continuou aberta, com chances para as duas equipes. Não à toa, a resposta do Feirense foi quase imediata. Aos 19 minutos, Sandro tabelou bonito com Ermínio e cruzou rasteiro para a pequena área do Vitória; o rubro-negro Rodrigo tentou salvar o gol, mas acabou mesmo foi empurrando para a própria meta: 2 a 1.

Mas jogo bom é assim mesmo: apenas 3 minutos depois, aos 22, veio o quarto gol da partida. Em outro escanteio cobrado por Geovanni, Uelliton subiu mais que a defesa do Feirense e cabeceou no primeiro pau; o jogador rubro-negro ainda contou com um desvio do zagueiro Alyson contra a própria baliza: 3 a 1 para o Vitória.

Aos 32, o atacante Dinei, que estava muito bem na partida, teve que ser substituído, sentindo uma tontura, e Rildo entrou no seu lugar. Porém, se engana quem pensa que o Vitória perdeu força no ataque: foi a deixa para Marquinhos brilhar. Aos 38, o camisa 11 recebeu um belo passe de Arthur Maia, disparou em velocidade em direção à área e fuzilou o goleiro Uoston: 4 a 1.

Calma, que ainda dava tempo para mais. O primeiro tempo estava terminando quando Arthur Maia fez outra bela jogada e lançou Geovanni; o meia cruza na medida para Marquinhos, que, mesmo baixinho, subiu mais que o defensor e cabeceou para o gol. 5 a 1 e fim de papo de uma primeira etapa incrível.

Segundo tempo – O show das duas equipes na etapa inaugural foi de encher os olhos, mas o mesmo não pode ser dito da complementar. Só Marquinhos compensava em campo. Aos 10 minutos, o atacante passou como quis pela defesa adversária e mandou uma bomba, que passou raspando a trave do goleiro Uoston.

O ritmo do garoto no ataque continuou fulminante. Aos 22, ele recebeu um belo lançamento de Rodrigo Mancha, entrou na área com liberdade e humilhou o goleiro do Feirense, dando um toque por cobertura. Golaço do Leão, o terceiro de Marquinhos no jogo e o sexto rubro-negro no placar.

Com cinco gols de vantagem, o time da casa passou a administrar o placar, enquanto que, aos poucos, o Feirense aceitava a derrota. Só Marquinhos não entendeu essa receita. Apenas 3 muitos depois de marcar seu terceiro no jogo, ele recebeu na entrada da área, se livrou do marcador e soltou a bomba; Uoston, em dois tempos, salvou.

Aí, foi a vez do espetáculo dá lugar às bizarrices do futebol. Tudo começou aos 33 minutos, quando Rodrigo fez falta em Ermínio e recebeu o segundo amarelo. Com a vantagem numérica, o Feirense buscou o gol, mas nada conseguiu.

Marquinhos continuava aprontando das suas no ataque, até que, aos 41, o zagueiro Valdo explodiu: deixou a mão no rosto do atacante e recebeu o vermelho direto. Ainda deu tempo para o Feirense ter mais um expulso. Éverton, que havia entrado no decorrer do jogo, também recebeu o segundo amarelo e deixou o campo mais cedo. Triste fim para o espetáculo que foi o primeiro tempo.

Vitória 6 x 1 Feirense – 22ª rodada do Campeonato Baiano 2012.

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA).
Data: Domingo, 15 de abril.
Horário: 16h.

Árbitro: Marielson Alves Silva.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Kleber Moradillo da Silva.

Gols: Dinei (aos 7 minutos do primeiro tempo), Arthur Maia (aos 10 minutos do primeiro tempo), Uelliton (aos 22 minutos do primeiro tempo) e Marquinhos (três vezes, aos 38 e aos 44 minutos do primeiro tempo e aos 22 minutos do segundo tempo) para o Vitória; Rodrigo (gol-contra, aos 19 minutos do primeiro tempo) para o Feirense.

Cartões amarelos: Wellington Saci, Rodrigo e Victor Ramos (Vitória); Éverton (Feirense).
Cartões vermelhos: Rodrigo (Vitória); Valdo e Éverton (Feirense).

Vitória: Renan; Léo, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Uelliton, Michel (Rodrigo Mancha), Arthur Maia e Geovanni (Lúcio Flávio); Marquinhos e Dinei (Rildo). Técnico: Ricardo Silva.

Feirense: Uoston; Ângelo, Valdo, Alyson (Éverton) e Sandro; Alexandre, Ananias, Danilo Cruz e Jussimar (Paulinho); Jaiminho (Tite) e Ermínio. Técnico: Ednaldo Oliveira.

Resultados da 22ª rodada do Campeonato Baiano 2012:

Vitória 6 x 1 Feirense (Estádio do Barradão)
Camaçari 2 x 3 Vitória da Conquista (Estádio Armando Oliveira)
Bahia de Feira 1 x 2 Juazeiro (Estádio Joia da Princesa)
Juazeirense 0 x 1 Fluminense (Estádio Adauto Moraes)
Serrano 4 x 1 Itabuna (Estádio Lomanto Júnior)
Atlético 1 x 2 Bahia (Estádio Antônio Carneiro)