‘A posição do governo é uma só, de isolamento social’, diz Mourão

O posicionamento é oposto ao do presidente que criticou o fechamento de comércio, escolas e fronteiras.

Foto: Divulgação

O vice-presidente da República (PRTB), Hamilton Mourão, defendeu nesta quarta-feira (25) o isolamento social horizontal como posição do governo no controle da pandemia do novo coronavírus. O posicionamento é oposto ao do presidente Jair Bolsonaro, que criticou ontem em pronunciamento oficial em rádio e televisão o fechamento de comércio, escolas e fronteiras.

“A posição do nosso governo por enquanto é uma só. A posição do governo é o isolamento e distanciamento social. Está sendo discutido, e ontem [terça-feira] o presidente buscou colocar e pode ser que ele tenha se expressado de uma forma que, digamos assim, não foi a melhor”, disse Mourão.

Segundo o vice-presidente, Bolsonaro buscou demonstrar preocupação com a situação. “O que ele buscou colocar foi essa preocupação que todos nós temos com a segunda onda do que se chama essa questão do coronavírus. A primeira é a saúde, a segunda é a questão econômica”, acrescentou.

“Ele tem essa preocupação enorme com a economia e com as consequências que as pessoas que vivem nas áreas mais pobres do nosso país, apesar do governo dar R$ 100, R$ 200, R$ 300 de auxílio, mas ela chegar no supermercado e não ter o que comprar porque não tá sendo produzido nada. Essa foi a preocupação dele.”

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*