O Vitória empatou com o ABC, em Natal, pela Copa do Nordeste. Com quatro empates no regional, o time baiano soma 10 pontos ocupa a 3ª posição do Grupo B, atrás de Confiança e Náutico.

O técnico Geninho valorizou o ponto ganho fora de casa.

“A partida se apresentou com a dificuldade que imaginávamos. Trabalhei muito tempo aqui em Natal. É complicado jogar com o ABC aqui, o time cresce, a torcida vem junto. O Diá é um treinador que monta muito bem suas equipes, marca forte, marcação individualizada e com saída muito rápida pelos lados. Jogadores muito rápidos, tentando viradas de jogo, dar profundidade. Então você vai atacar, de repente erra um passe na transição ou não conclui bem, permite o adversário jogar em cima de você, e isso acabou sendo a história o jogo. Fizemos, em alguns momentos, boa partida, primeiro tempo melhor que o segundo. Tivemos chance de matar o jogo. Mas infelizmente não aconteceu. Depois tivemos lesão do Maurício, que trouxe instabilidade para a equipe, porque passamos a jogar com dois jovens, João Victor perdeu a referência do lado dele. Depois entrou o John, que entrou bem, não complicou. Traz preocupação de como vai entrar no jogo. Ainda erramos alguns passes em saída de bola, jogadores que não têm essa característica de errar esse tipo de passe, mas tivemos erros. Mas mesmo assim a equipe equilibrou. Depois ficamos com 10. Penso sempre que toda vez que não se perde, se soma um ponto”, disse.

O Vitória volta a jogar na próxima quinta-feira, às 19h15 (de Brasília). O adversário será o Ceará, no Castelão, pela terceira fase da Copa do Brasil.

0 0 voto
Article Rating