Apreensão de armas brancas é intensificada e casos de agressão caem no Carnaval, aponta Prefeitura

Dados oficiais da polícia baiana destacam, por exemplo, a redução das lesões corporais, roubos e furtos no terceiro dia de folia.

Foto: Divulgação

Para diminuir os casos de agressões físicas no Carnaval, a Prefeitura de Salvador intensificou, entre a noite de sábado (22) e a madrugada de domingo (23), as apreensões das chamadas armas brancas nos circuitos da folia. Em ações preventivas realizadas pela Secretaria de Ordem Pública (Semop) e pela Guarda Civil Municipal (GCM), foram recolhidos, somente neste período, 2.142 itens do tipo, como facas e espetos.

“Estamos intensificando as ações de varredura com o objetivo de apreender objetos considerados como arma branca e que possam trazer algum tipo de risco para os foliões e também para os trabalhadores que estão atuando nos circuitos do Carnaval. A intenção é manter essa operação especial até o final da folia para trazer mais segurança e proteção a todos os presentes. Com isso, ajudamos também na segurança da festa”, disse o secretário da Semop, Felipe Lucas.

As apreensões contribuem para a segurança da festa, somando-se a todo esquema montado para garantir a tranquilidade do Carnaval. Dados oficiais da polícia baiana destacam, por exemplo, a redução das lesões corporais, roubos e furtos no terceiro dia de folia. Além disso, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os casos de agressões caíram de 155 para 68 entre sexta (21) e sábado (22).

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*