De acordo com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, existe a possibilidade de uma suposta parceria entre o Brasil e a Índia para transformar o etanol em uma commodity global.

Bento Albuquerque participou hoje (24) de um seminário sobre oportunidades de negócios entre os dois países nas áreas de energia e mineração, em Nova Déli, na Índia. O evento também contou com a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina e do ministro de Energia e de Recursos Novos e Renováveis da Índia, Raj Kumar.

Em entrevista à TV Brasil, o ministro pontuou: “O Brasil é o maior produtor de etanol de cana-de-açúcar no mundo. A Índia é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar e acho que nós devemos e podemos cooperar nesse âmbito”.

Ainda segundo o ministro, a cooperação entre os dois países é estratégica, tendo em vista que a Índia  possui o mercado energético que mais cresce no mundo e deve se tornar o principal importador mundial de energia nos próximos anos.

A índia importa cerca de 80% do petróleo que consome, e um dos seus exportadores é o Brasil. O produto é o item de maior peso no comércio bilateral dos dois países.

0 0 voto
Article Rating