A situação partidária do vereador de Camaçari, Oziel Araujo segue indefinida, pelo menos, foi o que afirmou o próprio parlamentar na manhã desta quarta-feira, 11, durante entrevista no programa Bahia No Ar.

Pré-candidato a prefeito, Oziel que rompeu com o atual gestor da cidade, Elinaldo Araujo (DEM), ainda é legalmente o presidente do PSDB na cidade. Vale ressaltar que o partido já declarou apoio à reeleição do prefeito democrata e anunciou oficialmente Otaviano Maia,  como novo presidente municipal da legenda.

Sobre essa questão, Oziel disse que tem até o dia 04 de abril para mudar de sigla partidária ou não. Questionado se existe a possibilidade de judicialização, o vereador pontuou que tem o direito de mover uma ação judicial, mas, enfatizou que não vai levar essa questão “a ferro e  fogo” e que vai priorizar sua jornada como pré-candidato, assim como os seus pré-candidatos a vereadores.

“Não vou trabalhar magoado com ninguém, vou trabalhar com a razão, com a lei e aquilo que for melhor para o nosso grupo, é isso que vai prevalecer”, afirmou.

Sobre a polêmica com Antônio Carlos Soares e o PDT, sigla ao qual é acusado de tentar usurpar, Oziel afirmou que as conversas ocorreram antes de Antônio Carlos Soares divulgar por conta própria, que seria pré-candidato do partido, sem ser filiado ao mesmo.

” Em Camaçari, nós teremos por parte do PDT, ou a candidatura para prefeito ou o apoio do PDT para a candidatura para prefeito”, disse.

 

 

0 0 voto
Article Rating