Camaçari investiga primeiro caso suspeito de coronavírus

Informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde do município na manhã dessa sexta-feira (28).

Foto: Divulgação

Em informação divulgada nessa sexta-feira (28), a Secretaria Municipal de Saúde de Camaçari (Sesau) informa que uma pessoa residente no município está em investigação para o novo coronavírus (COVID-19). O caso ainda é apenas suspeito e não tem nenhuma confirmação. A pessoa já está sendo monitorada atualmente em virtude de apresentar sintomas respiratórios e ter viajado para um país europeu nos últimos 14 dias.

De acordo com a Sesau, todas as medidas preventivas estão sendo tomadas conforme protocolo do Ministério da Saúde, até a conclusão do exame laboratorial para confirmar ou não o vírus, visando não apenas o acompanhamento do caso, mas também a promoção da saúde desse residente de Camaçari.

A Secretaria de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, diz que vem se mantendo em alerta para a identificação de casos suspeitos do novo coronavírus (COVID-19), e diante da notificação de pessoa que viajou para países onde está acontecendo a transmissão da doença (como China, Alemanha, Itália e Japão, por exemplo), dá início imediato aos procedimentos de investigação e acompanhamento, que incluem visitas à residência e aos serviços de saúde onde a pessoa foi atendida, orientação quanto a medidas de prevenção e de controle da transmissão da doença (como uso de máscaras, mesmo no próprio domicílio, cobrir a boca e o nariz com lenço descartável ao espirrar ou tossir, intensificação da lavagem das mãos, e não compartilhamento de objetos de uso pessoal), coleta de amostras para exames no laboratório central do estado e outras medidas.

É importante que todos adotemos hábitos que evitam a transmissão de doenças gripais, como a causada pelo novo coronavírus (COVID-19) e outras doenças respiratórias como a pneumonia:
– evitar, sempre que possível, contato próximo (a menos de 2 metros) com pessoas que apresentem sintomas de gripes e resfriados;
– lavar as mão frequente, especialmente depois do contato com pessoas doentes e antes de se alimentar;
– cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
– evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, se não estiver de mãos lavadas;
– não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
– manter os ambientes bem ventilados;
– evitar aglomerações quando estiver doente.

É importante que as pessoas que apresentem sintomas gripais (como febre, dor de garganta, tosse e espirros, por exemplo) e tenham viajado nos últimos 14 dias para países de monitoramento de casos suspeitos (Alemanha, Austrália, Emirados Árabes Unidos, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Camboja, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Japão, Singapura, Tailândia e Vietnã), procurem atendimento médico e informem do seu deslocamento em viagem.

57 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*