O cantor do Art Popular, Leandro Lehart, sofreu condenação de nove anos e sete meses de prisão por estupro e cárcere privado. Ele teria cometido os crimes contra uma mulher em outubro de 2019.

Sua condenação previa regime inicial fechado, mas ficou decidido que Lehart poderá recorrer em liberdade. Ele nega que tenha cometido os crimes pelos quais foi condenado e divulgou nota se defendendo.

“Estou sendo vítima de uma grande injustiça, mas a verdade vai prevalecer em breve. São 40 anos de carreira e 50 anos de vida acreditando na justiça, e mesmo que ela tarde, ela não falha. E a maldade não prevalecerá nunca”, o cantor disse, nesta sexta-feira (16).

Sua defesa declara que o caso corre em segredo de justiça e ainda depende de decisão final, impedindo maiores considerações sobre os fatos.

0 0 votos
Article Rating