Durante a segunda-feira (22), o comércio em Candeias foi reaberto de forma gradual. A decisão, que veio após um extenso diálogo com os representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e com o Comitê de Enfrentamento à Epidemia da Covid-19, está assegurada pelo decreto de n° 064/2020, que define que a retomada economica é realizada através da alternância de dias e horários dos estabelecimentos e dos  serviços, com o intuito de evitar o risco de aglomeração e permanência de pessoas no mesmo ambiente. Segundo a prefeitura, a avaliação sobre a necessidade de permanência ou progressão da medida deverá ocorrer, no máximo, a cada sete dias.

Entre vários pontos, segundo a prefeitura, foram considerados a necessidade do restabelecimento da economia local. No entanto, após a suspensão das atividades, através do lockdown e adoção de várias medidas, ficam mantidos o toque de recolher, até o dia 30 de junho, e os protocolos de restrição da circulação e segurança no município, visando assim garantir a contenção no avanço do vírus.

Também está proibido o acesso à sede e distritos do município de Candeias, por moradores de outras cidades, seja por via terrestre ou marítima. A exceção ocorre somente, no caso de trabalho, que deve ser devidamente comprovado.

Os atendimentos ambulatoriais de natureza eletiva nos serviços municipais de saúde também voltaram a atender na segunda.

Em todo o município, os estabelecimentos comerciais que vão reabrir nesta primeira fase devem obedecer às seguintes classificações e horários:

Grupo A – SEGUNDA, QUARTA E SEXTA – 8h às 17h

Floriculturas; lojas de cama, mesa e banho; lojas de artigos esportivos; artigos para escritório; lojas de utilidades do lar; lojas de calçados, bolsas e acessórios; lojas de tecidos; vestuários; armarinhos; agências de viagem; copiadoras.

Grupo B – TERÇA e QUINTA – 8h às 17h e SÁBADO – 8h às 15h

Lojas de cosméticos; perfumarias; joalherias e bijuterias; eletrodomésticos; eletroeletrônicos; informática; móveis; estúdios de revelação e impressões fotográficas; gráficas; papelarias e livrarias; colchões; artigos para festas; lojas de chocolates e bombonieres; lojas de departamentos.

O maior comércio do município, está com suas atividades disponíveis novamente a comunidade candeense.
A vigilância sanitária do Municipal, no uso de suas atribuições, após observar o cumprimento dos princípios de saúde e segurança desinterditou o maior mercado da cidade. O Bompreço está funcionando de acordo com as medidas de controle a disseminação da Covid- 19. As atividades do mercado foram suspensas no dia 11 de junho, primeiro dia do lockdown.
A Prefeitura Municipal prezando pela saúde da população, principalmente, neste momento de pandemia, garante que a vigilância sanitária continuará monitorando o mercado, bem como, todo comercio local, com intuito de diminuir a contaminação do Coronavírus na município.

O funcionamento para vendas de gêneros alimentícios dentro da Central de Abastecimento será de segunda a sexta, das 6h às 16h. Aos sábados, das 5h às 15h.

Os estabelecimentos situados dentro da central de abastecimento que não vendem gêneros alimentícios, devem seguir a escala de abertura dos grupos A e B, conforme o enquadramento acima. Já o horário de funcionamento para esses comércios é o mesmo fixado para a central. Não poderão abrir os bares, restaurantes, depósitos e outros estabelecimentos que não estão na primeira fase de abertura. Os comércios e serviços não mencionados para essa fase, devem permanecer fechados.

Grupos de estabelecimentos comerciais essenciais

Os estabelecimentos comerciais essenciais e os que tiveram a abertura permitida nos decretos anteriores vão reabrir atendendo às novas exigências dispostas no anexo II deste Decreto 064/2020 e as recomendações e protocolos de saúde vigente, funcionando da seguinte forma:

  1.  As farmácias, postos de combustíveis, funerárias, clínicas médicas privadas e consultórios médicos privados, serviços de urgência e emergência, emergências veterinárias, casas lotéricas, agências bancárias, correspondentes bancários e laboratórios, manterão funcionamento normal, dentro dos seus horários habituais, observando o disposto no Decreto 060/2020, que trata do toque de recolher, sendo garantida aos funcionários a chegada às suas residências antes do horário da restrição de circulação, que continua em vigor até o dia 30 de junho.
  2. Os supermercados, mercadinhos, mercearias, açougues, padarias, lojas de materiais de construção, óticas, lojas de equipamentos médicos e hospitalares, lojas de Epi’s, distribuidoras de água e gás, petshops, oficina mecânicas, lojas de autopeças e borracharias funcionarão de segunda à sexta da 8h às 17h e aos sábados das 8h às 15h.

Os estabelecimentos não relacionados só poderão funcionar com sistema de entrega a delivery e com as portas fechadas, sem retirada de produtos no local e nenhum tipo de atendimento presencial.

As próximas fases de reabertura poderão ocorrer a partir dos resultados dos estudos e da avaliação do cenário epidemiológico, se atendidos os indicadores. Na segunda fase serão os salões de beleza, barbearia, podologia, manicure e outros serviços e atividades de estética ou tratamento de beleza; para terceira fase, serão as bancas de jornais e revistas, bares, lanchonetes e restaurantes; e na quarta fase serão as academias e demais estabelecimentos.

Casos em Candeias

De acordo com o último boletim divulgado pela prefeitura de Candeias, na segunda-feira (22), o município já soma 516 casos confirmados da Covid-19: destes, 327 estão recuperados, 159 permanecem em isolamento domiciliar, 11 em isolamento hospitalar e 19 foram a óbito.

Reprodução / Prefeitura de Candeias
0 0 voto
Article Rating