De acordo com um novo balanço divulgado pela TV estatal, subiu para 17 o número de óbitos causadas pelo coronavírus; ao todo, mais de 444 pessoas já foram infectadas na província de Hubei, na China. O vírus provoca um tipo de pneumonia.

Alguns casos também já foram registrados em Macau, na costa sul chinesa, e em vários outros países, a exemplo dos Estados Unidos (EUA), Japão, Tailândia, Taiwan e Coreia pode decretardo Sul. Há casos suspeitos no México, em Hong Kong, nas Filipinas e na Austrália.

Nesta quarta-feira (22), a Organização Mundial da Saúde (OMS) tem uma reunião programada em Genebra, na Suíça, e ao que tudo indica pode decretar situação de “emergência de saúde pública de interesse internacional”. A OMS, até o momento, usou essa denominação apenas em casos raros de epidemias que exigem uma vigorosa resposta internacional, como a gripe suína H1N1 (2009), o zika vírus ( 2016) e a febre ebola, que devastou parte da população da África Ocidental de 2014 a 2016 e atinge a República democrática do Congo desde 2018.

Medidas preventivas

Algumas autoridades chegaram à pedir para que as pessoas não viagem para a cidade de Wuhan. Dezenas de chineses, por todo o país, costumam se deslocar por causa do feriado do Ano Novo Lunar, que acontece nesse semana.

A comissão anunciou medidas para conter a doença como a desinfecção e a ventilação de aeroportos, estações de trem e shoppings.

Aeroportos na Turquia, na Rússia, nos EUA, bem como na Austrália estão utilizando monitores infravermelhos para identificar possíveis casos da doença. O aeroporto de Heathrow, em Londres, separou um terminal só para os viajantes que chegam de regiões já afetadas pelo vírus.

Sintomas x Transmissão

O coronavírus, também chamado de 2019-nCoV, provoca febre, tosse, falta de ar e dificuldade para respirar. O vírus é um tipo de pneumonia cuja transmissão acontece de pessoa para pessoa.

Segundo especialistas, esse tipo de vírus parece pertencer a uma nova cepa que não havia sido previamente identificada em humanos, sendo valido ressaltar que o coronavírus corresponde a uma ampla família de vírus, mas poucos deles são capazes de infectar pessoas.

A OMS acrescenta que o período de incubação e a origem do vírus seguem sob investigação, porém, a fonte primária é provavelmente um animal. Já as autoridades chinesas vincularam o surto a um mercado de frutos do mar na cidade chinesa de Wuhan, onde os primeiros casos foram identificados; ao menos 15 trabalhadores da área da saúde, que teriam tido contato com os doentes, foram infectados.

0 0 voto
Article Rating