O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira, 29, que está encerrando relações com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e que vai redirecionar o financiamento antes destinado ao órgão para outras iniciativas.

Para o presidente americano, a OMS foi “pressionada” pela China para dar “direcionamentos errados” ao mundo sobre o novo coronavírus, causador da Covid-19.

“O mundo está sofrendo agora como resultado dos malfeitos do governo chinês”, disse Trump.

O rompimento com a OMS acontece em meio a uma série de desentendimentos entre o organismo e os EUA. Em abril, Trump anunciou a suspensão da verba à entidade, no entanto, não havia encerrado as relações, como ocorreu nesta sexta.

Segundo o G1, Trump também acusou a China de estar à frente das decisões da OMS mesmo que Pequim financiasse menos o organismo do que os EUA, algo que vem sido criticado pelo presidente desde o início da pandemia.

“O mundo precisa de respostas da China sobre o vírus. A gente precisa de transparência”, concluiu.

Conforme a publicação, o governo dos EUA, estuda expulsar milhares de estudantes chineses de universidades norte-americanas. Segundo o presidente, a medida serviria para evitar espionagem.

As declarações foram dadas após o número de mortos por Covid-19 nos EUA ultrapassar a marca de 100 mil — o primeiro país a atingir esse total. Mesmo assim, Trump vem pedindo a reabertura da economia nos Estados Unidos.

0 0 voto
Article Rating