Diante do primeiro caso de teste positivo para o Covid-19 (novo coronavírus) no Brasil, o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta evitou alarmar as informações à respeito da notícia. Em entrevista ao blog do Camarotti, no G1, ele pontuou: “Nós vamos nos preparar da melhor maneira. Mas é preciso ter calma. É uma gripe, vamos passar por ela e colocar todas as fichas na ciência”, disse. “Não podemos perder a noção de humanidade”, acrescentou.

O caso diz respeito a um homem, de 61 anos, que mora na capital paulista e voltou da Itália recentemente após uma viagem à trabalho.

Ainda segundo Luiz Henrique Mandetta, o Brasil tem características climáticas diferentes dos países do Hemisfério Norte, onde foi originado o vírus. Por isso, segundo ele, é preciso saber como esse vírus vai se comportar durante o verão de um país tropical.

“Não sabe se por aqui o vírus acelera ou desacelera. Os vírus se comportam de forma diferente no Hemisfério Norte e no Hemisfério Sul. Esse é um vírus que surgiu em baixa temperatura. Pode não ter o mesmo comportamento. Pode ser para melhor ou para pior”, relatou o ministro.

Nesta quarta-feira (26), o Ministério da Saúde concederá uma entrevista coletiva para comentar atualizar as informações sobre o caso, já com o resultado de um segundo teste. Segundo Mandetta, o Brasil já tem se preparado para vários cenários do coronavírus. E já acertou com o Conselho Federal de Medicina, inclusive, um protocolo para a abertura de leitos em caso de necessidade.

“É um inimigo muito difícil. Por isso, é preciso reforçar higiene, evitar lugares aglomerado e apostar numa vacina. Não tem como impedir a entrada no Brasil”, analisou.

Para finalizar, Mandetta assegurou que o Brasil está em contato permanente com outros países da América do Sul, na tentativa de monitorar o vírus. Também foram feitos investimentos em recursos destinados para a compra de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde, além de ter laboratórios capacitados para fazer exames para identificar o novo coronavírus.

Caso suspeito

Um bebê, com menos de um ano, que esteve na Europa em viagem com a família, está sob investigação de contaminação pelo novo coronavírus, na cidade de Itabuna, no sul da Bahia. A criança encontra-se em isolamento no Hospital Manoel Novaes e a equipe médica segue os protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde.

A investigação está sob responsabilidade da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Ademais, um outro caso de contaminação pelo novo coronavírus foi descartado pela secretaria. Uma freira que foi até a Itália apresentou os sintomas, mas o resultado deu positivo para H1N1.

0 0 voto
Article Rating