Festas pré-carnavalescas terminam sem registros graves, aponta SSP

Nas duas festas, nove pessoas, envolvidas em roubos e furtos, foram presas por policiais militares.

Foto: Jorge Cordeiro

A tranquilidade foi o marco das festas pré-carnavalescas nas ruas de Salvador. O Fuzuê, no sábado (15), e o Furdunço, domingo (16), terminaram sem registro de crimes graves contra a vida (homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte). As forças de segurança também comemoram este ano a redução a zero nas tentativas de homicídio. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), nesta segunda-feira (17).

Ainda segundo a SSP, no sábado, a polícia baiana contabilizou cinco furtos simples, sendo que, no mesmo evento em 2019, foram registrados 22, o que significa uma diminuição de 77,3%. Também não houve anotação de furto qualificado. Já no domingo, não existiu furto qualificado, embora acontecessem 87 furtos simples.

Nas duas festas, nove pessoas, envolvidas em roubos e furtos, foram presas por policiais militares e quatro outras acabaram encaminhadas para unidades da Polícia Civil, por brigas e uso de entorpecentes.

“Atribuo os números positivos ao planejamento policial pensado bem antes dos festejos. Apesar de contarmos com algumas surpresas, como um maior número de atrações e o alongamento do circuito, nossas ações foram suficientes para evitar registros de crimes contra a vida”, ressaltou o comandante do Policiamento Regional da Capital, coronel Manoel Xavier de Souza Filho.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*