Fundador do Twitter doa 1 bilhão de dólares para luta contra coronavírus

Ele compartilhou um arquivo onde é possível acompanhar como o dinheiro está sendo usado e o quanto ainda está disponível.

Foto: Divulgação

Jack Dorsey, um dos fundadores da rede social Twitter, anunciou nesta terça-feira (7) que fez uma doação no valor de $ 1 bilhão de dólares (cerca de R$ 5,2 bilhões) para a luta contra o novo coronavírus.

Em seu perfil na plataforma, ele contou ter colocado o valor – que representa cerca de 28% de sua fortuna – em um novo fundo chamado Start Small (‘Começar Pequeno’, em inglês), que será usado inicialmente para fundar pesquisas sobre o Covid-19.

Depois do final da pandemia, caso sobre algum valor, Jack afirmou que redirecionará o investimento para a educação e saúde de jovens meninas ao redor do mundo.

Junto com o anúncio, ele compartilhou um arquivo onde é possível acompanhar como o dinheiro está sendo usado e o quanto ainda está disponível.

De acordo com o site TMZ, essa é a maior doação relacionada ao novo coronavírus feita até agora, recorde que até agora era de Jeff Bezos, fundador da Amazon, que havia doado 100 mil dólares (cerca de R$ 520 mil).

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*