Nesta semana, dois homicídios brutais chocaram os moradores de Camaçari. O primeiro caso aconteceu no último domingo (22), em via pública. O assassinato do jovem  Ricardo Luís Silva Pimentel, de 25 anos, causou comoção aos moradores dos bairro da Bomba e da Gleba B. 

A vítima era filho de uma conhecida comerciante da localidade, dona Railda. Ele foi alvejado na Praça Hildete Reis, na Gleba B.

O homicídio é investigado pela 18ª Delegacia Territorial.  A autoria e motivação do crime ainda estão sendo apuradas. Guias de perícia e remoção foram expedidas.

Já na madrugada de segunda-feira (23) para esta terça-feira (24), a morte de Rodrigo Souza ganhou repercussão após a irmã da vítima falar sobre a possível motivação do crime, que teria sido passional.

Na manhã desta terça, em entrevista EXCLUSIVA ao programa Largando o Doce, do grupo Bahia no Ar, a irmã de Rodrigo contou ao radialista Roque Santos que a família procurava  por ele, que ainda não tinha retornado do trabalho. Os familiares teriam ligado para o assassino, que era seu amigo, e o mesmo teria confessado o crime.

Após a família da vítima compartilhar a imagem do suspeito em grupos de Wahtsapp, o mesmo entrou em contato com ele confessando o crime e se desculpando pelo fato. No áudio, ele diz que estavam se defendendo, mas que a vítima estava tendo relações com sua ‘mulher’.

“Peço perdão a sua mãe, a sua família. O que eu não quero para sua família, eu também não quero para o que a minha está passando agora. Eu não quero envolver família, mas o ato é que seu irmão veio para cima de mim, ‘brother. Era ele ou eu, irmão[…] Eu queria que você soubesse seu irmão estava pegando minha mulher, mas nem foi por ela. O seu irmão começou a me ameaçar”, disse ressaltando que a faca usada no crime estava com ele, pois estava chupando melancia com os passageiros. Leia mais aqui. 

 

 

 

 

 

 

 

 

0 0 votos
Article Rating