Os jogadores e a comissão técnica do Real Madrid aceitaram uma redução de 10% em seus salários durante a paralisação do futebol devido à pandemia de coronavírus. Assim como outros clubes da Espanha, o clube tomou a medida para mitigar o impacto financeiro do período sem jogos. As informações são do Estadão.

Segundo a publicação, após consultar os atletas, o clube divulgou um comunicado informando que o elenco concordou em “diminuir voluntariamente” seus salários este ano para evitar tomar “medidas traumáticas” que afetariam funcionários das outras áreas.

A decisão permite que o clube continue pagando salários que recebem uma remuneração menor. A redução pode chegar a 20% se a liga não for retomada na temporada 2019/2020. O time de basquete também terá redução nos vencimentos.

Também nesta quarta-feira (8), o Sevilla chegou a um acordo preliminar com seus jogadores e membros da comissão técnica para reduzir salários, mas não informou detalhes e valores. O Barcelona e o Atlético de Madrid já haviam feito o mesmo.

0 0 voto
Article Rating