Um mototaxista foi preso em flagrante enquanto tentava fazer uma entrega de drogas, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, durante a noite de segunda-feira (23). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a ação resultou na apreensão de vinte e dois quilos de pasta base de cocaína, avaliados em aproximadamente R$ 2 milhões.

O Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) se deslocou até o bairro de Jardim Paraíso depois de levantar informações sobre a atuação do suspeito no local. Os policiais o encontraram utilizando uma motocicleta Fan 125 para praticar o crime. Em sua posse havia porções de maconha e R$ 3,1 mil.

O comandante da 85ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), major Cristiano Gouveia, conta que o criminoso assumiu ter atuado na distribuição de entorpecentes nos últimos cinco meses. “Ele nos contou que, há uma semana, recebeu uma mala cheia de entorpecentes prontos para a venda. Com essa informação, questionamos o local onde os materiais estavam e fomos verificar”, o PM revela.

A mala estava disfarçada entre galhos e folhas, em uma área de mata do bairro de Florais Léa II. O objeto havia sido utilizado para armazenar tabletes de pasta base de cocaína, seis quilos de maconha, meio tablete de crack, porções de haxixe, uma balança e dois celulares. Tanto os materiais quanto o acusado acabaram apresentados na Delegacia Territorial (DT) de Luís Eduardo Magalhães.

As autoridades apontam que, aos 23 anos de idade, o mototaxista é reincidente pela prática de dois crimes no município de Irecê e agora foi autuado novamente por tráfico de drogas. Ele segue na unidade policial e será encaminhado ao presídio de Barreiras.

0 0 votos
Article Rating