O Partido Liberal (PL) divulgou nota anunciando o adiamento da filiação de Jair Bolsonaro (sem partido) ao grupo. O ato, que estava marcado para o dia 22, ficou sem data definida após uma conversa tida pelo chefe do Executivo com o presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, na madrugada de domingo (14).

“A decisão foi tomada de comum acordo, entre Costa Neto e Bolsonaro. A direção nacional do PL esclarece que ainda estuda outras datas para a realização do evento, a ser anunciada oportunamente”, o partido informou.

Nos Emirados Árabes Unidos, cumprindo viagem oficial, o presidente da República já tinha adiantado a jornalistas que o mais provável era que sua filiação não ocorresse na data marcada. Isso porque ainda havia pendências a serem resolvidas com o PL, como o alinhamento do discurso nas pautas mais conservadoras.

Entre os outros possíveis motivos do adiamento também estão a possibilidade de que membros do partido apoiem João Doria (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas próximas eleições, já que a sigla não tem ideologias definidas. O eleitorado ter se mostrado decepcionado com a filiação é outro fator.

0 0 votos
Article Rating