Após o desfile do Trio Independente do cantor e deputado federal, Igor Kannário, na tarde desta segunda-feira (24), no Campo Grande, em Salvador, a Polícia Militar da Bahia emitiu nota contra duas declarações a respeito da corporação. Mais cedo, Kannário pediu uma vaia para a Polícia Militar enquanto puxava a pipoca.

Segundo a nota, a PM repudia as provocações e agressões feitas à tropa feitas pelo cantor. O Comando Geral classificou a atitude de Kannário como “irresponsável e criminosa” por ter incitado os foliões contra os policiais militares que faziam o policiamento do circuito Osmar.

A nota ainda diz que “é inaceitável que qualquer pessoa, ainda mais um parlamentar, tente comprometer a honra da instituição e de policiais militares que estão comprometidos e empenhados na defesa da sociedade baiana”.

Durante a passagem da Pipoca do Kannário, no Campo Grande, o cantor teria visto policiais passando de forma agressiva entre os foliões, o que chamou a atenção dele.

0 0 voto
Article Rating