Durante uma coletiva de imprensa, realizada na tarde desta quarta-feira (10), a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, anunciou que vai prorrogar a restrição no bairro de Itinga, até o próximo domingo (14). A referida localidade é a que, atualmente, apresenta o maior número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Segundo dados municipais, atualizados na noite da presente data, por lá já são 213 pacientes que testaram positivo para a doença.

Na coletiva, Gramacho também garantiu que medidas semelhantes serão implementadas nos bairros de Vida Nova (32 casos), bem como no Centro (71 casos), a partir da segunda-feira (15), até o domingo (21).

O boletim municipal desta quarta-feira informa ainda que Lauro de Freitas já contabilizou 795 casos positivos do novo coronavírus e 23 óbitos pela doença. Saiba mais aqui.

Restrições

As medidas restritivas no bairro de Itinga começaram desde a última quarta-feira (3); antes da renovação, elas eram válidas até hoje.

Com a nova atualização, apenas estabelecimentos comerciais intitulados ‘essenciais’ têm autorização para funcionar na cidade. A aglomeração de pessoas em espaços públicos ou privados está proibida.

“Surtiu efeito positivo. Conseguimos dar aumento do índice de isolamento social, mas ainda não suficiente para combater o aumento desses números. Fizemos hoje 94 testes; destes, 14 positivos. Vamos continuar fazendo a testagem. Não podemos fazer de todos, já que são 95 mil pessoas que moram lá. Na barreira feita no bairro, medimos a temperatura. Quem apresenta temperatura fora do normal, fazemos o teste”, avaliou Moema.

Os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, que são os considerados essenciais, são os supermercados, panificadoras, açougues, farmácias, postos de combustível, agências bancárias e lotéricas, unidades ou serviços de saúde humana ou animal, de urgência e emergência, além de serviços públicos essenciais, funerárias, segurança privada, imprensa, telecomunicações, logística e transporte de alimentos e medicamentos. Segue suspensa a atividade de vendedores ambulantes.

“Continuará a restrição de circulação, com toda orientação da nossa equipe. Continuaremos as ações sociais, buscaremos fazem testagem na população. Está sendo publicado agora à tarde que prorrogamos a circulação na Itinga e determinamos, a partir de segunda-feira (15), até domingo (21), dois bairros que estarão com decreto de circulação: Vida Nova e Centro, estendendo todo o centro da cidade. São os dois lugares com número alto de contaminação e visual explícito de pessoas na rua”, pontuou a prefeita.

Toque de recolher

Ademais, continua em vigor, até o próximo domingo, o toque de recolher. A medida proíbe, entre 20h e 5h, a circulação de pessoas, além da permanência e trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas da cidade.

Mercados e supermercados varejistas e atacadistas podem funcionar na cidade das 6h às 19h, de segunda a sábado, e até as 17h no domingo. Somente farmácias e unidades de saúde estão autorizadas a funcionar 24 horas. Segundo a prefeitura de Lauro de Freitas, todos os demais estabelecimentos essenciais devem encerrar as atividades até as 20h.

Comércio

Ainda no decorrer da coletiva, Moema assegurou que a prefeitura recebeu propostas de vários setores, no que diz respeito as estratégias para flexibilização do comércio na cidade. Segundo ela, a ideologia que ganha força é uma reabertura gradual do ramo.

“Desde o primeiro momento, temos nos reunido com grandes empresários. Estamos fazendo tudo combinado. Quando modificado horário de funcionamento, é combinado com empresários. Recebemos propostas da Associação Comercial da Bahia, de um grupo de mulheres, Associação dos Comerciantes de Lauro de Freitas e de vários setores individualmente. Queria tranquilizar o comércio dizendo que está mais perto que antes”, explicou.

“Assim que acabar a proposta em Itinga, vamos para outros bairros, mas já mais com expectativa de começar a preparar a abertura gradual do comércio na cidade. Se não generalizado, mas também por bairros. Discutimos também com setor de shoppings. Vamos discutir, mas não necessariamente já. Vamos estar sentando na semana que vem e dar cronograma com prazo de abertura”, acrescentou.

Governo Federal – Auxílio

Em relação ao pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial, destinado aos estados e municípios para compensar as perdas de arrecadação e gastos extras com saúde por causa da pandemia do novo coronavírus, Moema confirmou que Lauro de Freitas foi uma das cidades que tiveram acesso ao benefício.

No total, o governo federal destacou que o auxílio será creditado em quatro parcelas. A primeira foi paga ontem (9). É estimado que, até setembro, serão repassados o valor de R$ 60 bilhões.

“Este recurso, ele só entrou na conta da prefeitura ontem [terça-feira]. Entrou [o valor] relativo a auxílio financeiro específico para saúde e assistência social, R$ 718.527, 81, referente à primeira parcela das quatro que foram garantidas. Faltam três. E relativo ao auxílio financeiro destinado à recomposição do orçamento municipal, não necessariamente exclusivo para Covid-19, R$ 3.768.860,39. A primeira parcela vai dar um total de R$ 4.487.388,20. Ao final de quatro meses, algo em torno de R$ 17,5 milhões. Lembrando que subtraindo delas o PASEP, de R$ 44.873”, assegurou.

0 0 voto
Article Rating