Senado estima gastar cerca de R$ 300 mil para construir vestiário

Foto: Reprodução / Marcos Oliveira - Senado

De acordo com informações da coluna Painel, da Folha, o Senado planeja desembolsar aproximadamente R$ 300 mil na construção de um vestiário para uso dos funcionários que optem ir trabalhar de bicicleta.

O edital, que foi lançado neste mês, tem como item mais caro da lista um de armário (33 m²) em MDF laminado, com portas e prateleiras; o produto custa em média R$ 24 mil.

Existem também gastos, em torno de R$ 111 mil, destinados para a troca no revestimento de todo o piso do Salão Azul com carpete aveludado. A última reforma foi datada em 2015. Segundo a Casa, na ocasião, eles passaram por um “calote” da empresa que realizou o serviço, já que não foi entregue uma reserva técnica para a manutenção.

Ademais, ainda está previsto um outro gasto de R$ 66 mil para compra de 16 mil caixas-arquivo de papelão e fornecimento de quase 800 carimbos, à medida que houver demanda.

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*