Quando Dona Lúcia chegou à localidade do Major Tapioca com o marido, em Simões Filho, a região era remota. “Praticamente fundei!”, relembra. Para ela, ver a comunidade se transformar em uma das mais desejadas de se morar na cidade foi uma grande alegria. A simõesfilhense e outros moradores locais contaram um pouco dessa história de desenvolvimento no programa Roque Santos e o Povo, transmitido neste sábado (11).

Quem diria que aquela fazenda encontrada por Lúcia viraria palco de tantos eventos importantes? O Major Tapioca hoje tem um calendário de festividades, infelizmente interrompidas nos últimos dois anos por conta da pandemia. O famoso Forró do Major é a festa mais popular, iniciada 17 anos atrás. A comemoração tradicional visa a valorização dos artistas de Simões Filho e o fomento ao comércio, já que cerca de 120 trabalhadores chegam a ser beneficiados.

Jairo Ramos, mais conhecido como Jairinho, é quem fica a frente do Forró do Major. Em entrevista a Roque Santos, ele aproveitou para explicar a que se deve o nome da comunidade.

“Major Tapioca era um morador que tomava conta dessas terras antigamente. Muitas dessas pessoas que tomavam conta de terras na época eram chamadas de major, general, coronel, então o nome ficou. Antes aqui era uma rua praticamente, mas o nome se fortaleceu e o bairro todo passou a ser Major Tapioca”, conta.

Quem também participou do programa hoje foi o ex-vice prefeito Jesival Xavier, que não poupou elogios à comunidade. “Hoje o bairro do Major Tapioca é o lugar onde todos querem morar, pela sua tradição, pela força da união de todos nós, porque aqui a gente se solidariza com os problemas dos demais. Todo mundo se preocupa com todo mundo”, o político disse.

Assista ao programa completo para conhecer mais personalidades e histórias do Major Tapioca:

0 0 votos
Article Rating