Visando melhorar a imagem de Bolsonaro com os católicos, Damares assume o papel de interlocutora com a CNBB

Foto: Reprodução / Rede Excelsior

Segundo informações do Estadão, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, assumiu a responsabilidade de interlocutora com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

A ministra teve permissão do presidente Jair Bolsonaro e, com isso, ela se torna a primeira integrante da equipe do governo bolsonarista a ter uma reunião de trabalho com a entidade pertencente a Igreja Católica.

Na quarta-feira (19) passada, Damares Alves se reuniu com a cúpula da CNBB. A estratégia visa desfazer conflitos que marcam a relação de Bolsonaro com os católicos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*